O dia a dia varia bastante de acordo com a vaga na qual a pessoa é alocada. As diferenças acontecem tanto em relação ao escopo da posição quanto também em relação ao ambiente organizacional. Por exemplo, uma vaga na coordenadoria de gestão do patrimônio no município de Fortaleza é bastante diferente de uma vaga na implantação do ensino em tempo integral em São Paulo. 


Em linhas gerais, esperamos que as posições sejam sempre de gestão e possibilitem espaço para inovação. Isso significa que o cotidiano pode ser composto por diversas atividades, como: articulação com atores da política pública na qual está inserido, gestão de processos ou projetos, participação no planejamento estratégico, análise de dados, etc.  


Também é esperado que, como Trainee, você coloque a mão na massa e trabalhe na operacionalização dos projetos – não vale só ficar no computador fazendo análises de planilhas! É um trabalho que envolve bastante desenvolvimento interpessoal, para além das competências técnicas em gestão pública.